Lançamento do RMI em Madri (Espanha) no dia 28 de junho

Plataforma do Registro de Museus Ibero-Americanos já está no ar

O Programa Ibermuseus lançou, no dia 28 de junho, o Registro de Museus Ibero-Americanos (RMI). A plataforma, desenvolvida pelo Observatório Ibero-americano de Museus, disponibiliza na web dados sobre 7 mil museus de 13 países da região.

Banner_Ibermuseus_RMIAté agora participam Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Nicarágua, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai. A intenção é oferecer dados sobre os mais de 9 mil museus dos 22 países que compõem o espaço da Ibero-América.

O RMI é um recurso de referência e de consulta, tanto geral como especializada, que oferece ao visitante dados organizados com conteúdos elaborados de forma colaborativa e chancelados pelos 12 países membros do Programa Ibermuseus. Oferece, dessa forma, um detalhado panorama do setor e mostra a imensa variedade de situações que convivem dentro da denominação comum de museu.

A plataforma, que também dispõe de um modo de uso acessível apenas aos responsáveis de cada país, possibilitará o intercâmbio de informações entre as administrações públicas, os museus e seus profissionais, contribui ao fomento das redes de cooperação e serve de referência para o estabelecimento de estratégias comuns de fortalecimento das políticas públicas do setor.

Leia matéria completa na página do Programa Ibermuseus.

Texto e foto: Divulgação Ibermuseus
Edição: Ascom/Ibram