Conheça atrações durante o Fórum Nacional de Museus 2014

Conheça atrações durante o Fórum Nacional de Museus 2014

Durante o 6º Fórum Nacional de Museus (FNM), que teve início nesta segunda-feira (24) e seguirá até o próximo dia 28, os participantes podem desfrutar de outras atividades que acontecem no local, além das já previstas na programação do evento.

ComunicacoesCoordenadas_Paineis_6FNM

Os painéis das Comunicações Coordenadas do 6º FNM ocupam área de grande circulação no Hangar

Um exemplo é a exposição A devoção que vem dos rios (foto destaque), resultado de um workshop realizado com 10 pessoas em outubro de 2013, no município paraense de Abaetuba.

As obras tratam da devoção à Virgem de Nazaré, especialmente no Círio, onde é representada por carros e alegorias que recebem formato e embarcações. A curadoria é de Emanuel Franco.

Outras duas exposições – estas já previstas anteriormente – são Memórias Plurais, da Teia da Memória, e os pôsteres das Comunicações Coordenadas, que somam 30 ao todo.

Além das mostras, o participante pode acompanhar ainda a experiência de um grupo de estudantes da periferia de Belém ao visitar pela primeira vez um museu. Tudo foi registrado e está no documentário Por falar em arte e museu. O projeto é dos cursos de museologia e de cinema e audiovisual da Universidade Federal do Pará (UFPA).

No mesmo estande, também é possível ver e visitar virtualmente cinco monumentos da capital paraense: o de Lauro Sodré, o de Frei Caetano, o da República, o Chafariz das Sereias e o coreto da Praça Batista Campos. Todos foram digitalizados e estão disponíveis, com informações, por meio do projeto Transcodificações Urbanas.

Exposição e venda de artesanato paraense no 6º FNM

Exposição e venda de artesanato paraense no 6º FNM

Museus do Pará
Em outro espaço, o Conselho Regional de Museologia dá informações sobre o Conselho, sobre a regulamentação da profissão de museólogo e sobre as instituições, de todo o país, que oferecem cursos de graduação, mestrado ou doutorado na área.

Quatro outros estandes – do Museu de Arte de Belém, Fundação Cultural do Município e Prefeitura de Belém, do Museu Goeldi, do Sistema Integrado de Museus da Secult/Pará e do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) – se dedicam à venda de livros e outras publicações voltados para áreas de interesse do setor museal.

No espaço entitulado The Amazing Card, é possível conhecer possibilidades de comunicação inovadora para museus, direcionadas a divulgação ou souvenirs, por exemplo. Por meio de estereoscópio, de quebra-cabeças ou da chamada “realidade aumentada”, as instituições museológicas podem ousar na criatividade para divulgar seus espaços.

O Ibram montou um espaço para lançamentos e venda de publicações

O Ibram montou um espaço para lançamentos e venda de publicações

Quanto à acomodação de acervos nos museus, o estande da Technolach Arquivos Deslizantes trouxe informações sobre expositores e sistemas específicos para cada necessidade.

Museu da Maré
O participante do Fórum Nacional de Museus que desejar se manifestar a favor da manutenção do Museu da Maré no terreno onde está localizado, no Rio de Janeiro (RJ), pode assinar o abaixo-assinado que está no espaço da Associação Brasileira de Museologia (ABN). Nesse domingo (23), o presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, anunciou que o secretário de Turismo do Estado do RJ garantiu que o governo irá desapropriar  a área em favor do museu.

Ali também haverá o lançamento, na quarta-feira (26) à tarde, do livro Museu e Sustentabilidade, cujos organizadores são Mário Chagas, Denise Studart e Cláudia Storino; e o cadastro de novos associados da ABN.

Feira de Artesanato
Além das exposições e dos estandes, também está disponível a Feira de Artesanato com produtos de artesãos do Pará. Vasos, peças miniaturas, moringas e redes, por exemplo, podem ser encontrados na feira.

Fotos: Ascom/Ibram