Começa em Belém o 6º FNM: saiba como foi a abertura

Começa em Belém o 6º FNM: saiba como foi a abertura

Ministra_AnaCristina

Ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, fez a a abertura do 6º FNM

Teve início nesta segunda-feira (24), em Belém (PA), o 6º Fórum Nacional de Museus. Museólogos e outros profissionais do setor, gestores, pesquisadores, estudantes e militantes do campo da memória participaram da cerimônia da abertura do evento bianual, que acontece até o dia 28 no Hangar com o tema Museus Criativos.

A mesa de abertura contou com a participação da ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler; do presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Angelo Oswaldo; do secretário de Economia Criativa do MinC, Marcos André Carvalho; dos secretários estaduais de Cultura do Pará, Paulo Roberto Chaves, e São Paulo, Marcelo Araújo; do chefe da representação regional do MinC na região Norte, Delson Luiz Cruz; e do representante do Ministério da Educação no Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus, Márcio Meira.

Também integraram a mesa os presidentes do comitê brasileiro do Conselho Internacional de Museus (Icom-BR), Maria Inês Mantovani, e do Conselho Federal de Museologia (Cofem), Ana Sílvia Bloise; da Associação Brasileira de Museologia (ABM), Antonio Carlos Pinto Vieira; e da Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários (ABREMC), Terezinha Resende.

Em sua fala de abertura, o presidente do Ibram disse que o FNM se constitui num momento de encontro de um setor mobilizado que carrega a responsabilidade por um “desejo de memória” latente na sociedade brasileira, destacando os museólogos – que este ano celebram 30 anos de regulamentação da profissão – como os profissionais que têm a “primazia na qualificação” da área museal.

Angelo Oswaldo lembrou a importância do 6º Fórum Nacional de Museus para a revisão periódica do Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM), além da realização, pela primeira vez integrada à programação oficial do FNM, da IV Teia da Memória, encontro de Pontos de Memória e iniciativas de museologia social de todo o Brasil.

Presidente do Ibram entrega Medalha do Mérito Museológico a representante da Universidade de Brasília

Presidente do Ibram entrega Medalha do Mérito Museológico a representante da Universidade de Brasília

O presidente do Ibram, que destacou os avanços recentes do setor de museus – como a conquista de representação no Conselho Nacional de Políticas Culturais e a abertura de editais para seleções públicas de diretores para os museus de sua rede – compartilhou com o público a resolução do probema de continuidade enfrentado pelo Museu da Maré, do Rio de Janeiro (RJ), e a recente doação ao Museu Imperial, vinculado ao Ibram, da Casa Geyer, também na capital fluminense.

Mérito Museológico
A entrega da Medalha do Mérito Museológico, concedida pelo Conselho Federal de Museologia (Cofem), também teve lugar na abertura do FNM 2014. Receberam as menções honrosas três cursos de graduação em Museologia, três instituições museológicas e três personalidades com contribuições relevantes ao setor.

Na categoria cursos de Museologia, foram premiadas a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), a Universidade de Brasília (UnB) e a Universidade Federal do Pará (UFPA). Na categoria instituições, foram premiados o Museu Sacaca de Desenvolvimento Sustentável, no Amapá; o Museu Internacional de Arte Naïf do Brasil, no Rio de Janeiro; e a Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari), em São Paulo. Entre as personalidades, foram agraciadas Maria Luiza Flores Chaves Barcellos (in memorian), Nair de Moraes Carvalho e Maria Olímpia Mendes Dutzmann.

A cerimônia de abertura contou ainda com apresentação do violonista paraense Salomão Habib, que executou composições de sua autoria e transcrições de peças do cancioneiro popular paraense para a música erudita.

A programação do 6º Fórum Nacional de Museus prossegue nesta terça-feira (25) com minicursos, painéis, reuniões paralelas e conferências. Confira a programação.